Publicidade

Através do CadÚnico as famílias que estão em situação de vulnerabilidade podem acessar vários benefícios oferecidos pelo Governo Federal.

Por exemplo, o auxílio gás. Dessa forma, para não perder seus benefícios é necessário manter suas informações sempre atualizadas.

Publicidade

O que é o CadÚnico?

Também conhecido como Cadastro Único, o CadÚnico é um sistema criado e disponibilizado pelo Governo Federal.

Dentro desse sistema podemos encontrar informações como: dados pessoais do representante da família, endereço e renda de todos os membros.

Publicidade

Somente através do cadastro é possível acessar aos programas sociais; este sistema existe desde 2001, graças a lei Decreto nº 3.887.

Sendo assim, para manter o recebimento dos programas de assistência governamental é necessário ser verdadeiro e atualizar seus cadastros.

Quais programas fazem parte do sistema?

Com o seu cadastro em ordem, você tem acesso aos seguintes benefícios abaixo:

● ID Jovem; Bolsa Família; Minha Casa, Minha Vida; Isenção de taxa de matrícula em concurso público e vestibular; Auxílio Emergencial; Carteira do Idoso; Tarifa Social de Energia Elétrica; Benefício de Prestação Continuada; Sisu e cotas em Universidades públicas e Telefone Popular.

O CadÚnico também atende aos programas estaduais e municipais. Sendo assim, para todos os programas é necessário observar quais são os requisitos mínimos.

Quem pode ter acesso a esses programas?

O CadÚnico atende as famílias que estão em situação de extrema pobreza, portanto, é importante observar os itens abaixo:

  1. Famílias com renda mensal per capita de até meio salário mínimo;
  2. Pessoas em situação de rua, podem ser sozinhas ou com sua família;
  3. Grupos familiares que comprovem uma renda mensal de até três salários mínimos;
  4. Pessoas que moram sozinhas, é necessário respeitar o valor total de renda mensal;
  5. Famílias com renda superior a três salários mínimos, que já fazem parte de algum programa social, que pode ser municipal, estadual e federal.

Não devemos nos esquecer que é realizada uma avaliação criteriosa para que os benefícios possam ser liberados.

Qual documentação devemos encaminhar?

Para ter direito a programas como o Bolsa Família, temos que apresentar os seguintes documentos abaixo:

● Documento com foto do indivíduo, para facilitar a identificação; CPF; Título de eleitor; Comprovante de residência, por exemplo conta de luz.

Para quem tem criança em idade escolar, é necessário apresentar os seguintes documentos:

● Certidão de Nascimento; Carteira de Vacinação; Comprovante de Matrícula Escolar.

Você pode realizar a pré inscrição através do aplicativo do CadÚnico, no entanto, é extremamente importante realizar as confirmações pessoalmente.

O que é o programa Bolsa Verde?

Através de um Acordo de Cooperação Técnica, este programa foi criado para auxiliar as famílias indígenas com o objetivo de proteger as áreas de florestas.


Além disso, você também pode gostar:

Como se cadastrar no Minha Casa, Minha vida?

Como dar entrada no INSS para auxílio, pensão, aposentadoria?


Dessa forma, para receber uma bolsa no valor de R$ 600,00 é necessário realizar inscrição no CadÚnico. Desde 2011, o programa já atendeu cerca de 73 mil famílias.

Conclusão

Portanto, com a ajuda do CadÚnico, diversas famílias em situação de vulnerabilidade podem ter um pouco mais de estabilidade financeira.

Além disso, isso também pode manter as crianças na escola por mais tempo, para não perder os benefícios deixe suas informações sempre atualizadas.

Por fim, é importante que seus documentos estejam com fotos e datas atuais, para que possam ser incluídos no sistema.